Nesta matéria reunimos dez dicas para seu primeiro dia de academia. Tome nota de cada uma, pois ajudarão você nessa nova etapa!

”A academia vem se tornando uma prática cada vez mais comum entre as pessoas. E sua popularidade é fruto dos inúmeros benefícios à saúde, bem como efetividade para atingir resultados com finalidade estética. O exercício físico realizado em academias, especialmente com supervisão de um Educador Físico, é um dos exercícios mais completos e benéficos ao organismo”.

Quando corretamente executados, os exercícios realizados em aparelhos de academia estimulam de forma seletiva apenas grupos musculares de interesse, podendo promover o aumento da força, da resistência ou volume da massa muscular. Igualmente, por mais que os exercícios realizados em academias seja de alta intensidade, sua prática correta não expõe o corpo a risco de lesões.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No entanto, quem não está acostumado com a atividade física de alta intensidade sente bastante os efeitos da mudança de hábito. Isso, porque o organismo recebe estímulos musculares e fisiológicos intensos, com os quais não está habituado.

E para que você possa se inserir em uma rotina de treinos e desfrutar de seus benefícios, preparamos neste texto dicas importantes para seu primeiro dia de academia.

1 – Se alimente adequadamente

Grande parte das pessoas que procuram academia visam o emagrecimento. E é comum pensar que quanto mais restritiva for sua dieta, mais você emagrecerá.

No entanto, além de ser uma crença com pouco embasamento científico, é extremamente perigoso e desaconselhável iniciar uma prática de atividade física intensa e privar o organismo de nutrientes de boa qualidade.

Se você está acima do peso, é bastante provável que você precise rever sua dieta para obter melhores resultados com a academia. Mas a mudança precisa ser gradual, tanto para que você consiga mantê-la, quanto para que seu organismo possua energia para realizar a prática de atividade física.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para emagrecer efetivamente leia este guia preparado por nossa equipe.

2 – Deixe para se exercitar na academia

Tão comum quanto querer cortar subitamente a ingestão alimentar, é a pessoa achar que quanto mais exercícios fizer, melhores serão os resultados. Mas, na prática, não é bem assim. Especialmente para uma pessoa com rotina sedentária.

Vamos dar uma pausa? Exercite o músculo do dedo e force o like:

3+

Sendo assim, se você vai na academia à tarde, não adianta você correr e fazer abdominais pela manhã achando que isso trará melhores resultados. Pelo contrário, isso provavelmente ocasionará desgaste físico intenso, podendo causar desidratação e o tão temido catabolismo – perda de massa muscular.

Portanto, se você vai começar a praticar musculação, deixe para se exercitar na academia, economizando sua energia para treinar com a maior intensidade possível.

3 – Não esqueça de vestir-se adequadamente!

Roupas de academia

A prática de atividade física requer mobilidade e conforto, de modo que você precisa estar vestido adequadamente para tal. Roupas leves, com transpiração e elasticidade são indispensáveis para a academia.

Além disso, é igualmente importante atentar-se ao calçado, tendo em vista que calçados inapropriados, podem tanto causar desconforto nos pés, quanto sobrecarregar as vértebras da coluna durante a execução de certos movimentos – agachamentos, levantamento terra, entre outros.

Veja como escolher seu calçado, assistindo o vídeo abaixo:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

4 – Acessórios importantes

Uma garrafa d’água e uma toalha de rosto são dois acessórios indispensáveis para a realização de atividades físicas. A toalha serve tanto para secar seu suor, quanto para auxiliar você a utilizar os equipamentos de forma mais higiênica. Já a garrafa com água ajuda você a lembrar de estar sempre hidratado.

Existe certa controvérsia acerca do consumo de água durante a atividade física. Alguns atletas relatam mais enjoo quando consomem água durante o treino, e preferem consumir o mínimo de água.

Mas, especialmente para quem está iniciando, é importante consumir água de forma satisfatória. Meio litro de água durante um treino completo de 45 minutos a uma hora, já tende a ser suficiente.

5 – Aprenda a executar o movimento antes de pegar carga elevada

Arnold fazendo rosca direta
Arnold ”roubando” na rosca direta.

”Quando as pessoas começam a fazer academia, geralmente pensam que quanto mais carga colocarem nos equipamentos, melhor será o resultado e mais rápido terão o corpo desejado”.

De fato, aumentar a carga é um dos fatores que ajuda a aumentar a intensidade do treino. No entanto, há uma diferença enorme entre levantar peso e fazer musculação.

Levantar um peso elevado pode levar a pessoa a executar movimentos de forma incorreta. E, quando você executa os movimentos de forma incorreta, existem duas coisas que podem acontecer. A primeira é você recrutar músculos auxiliares e ter pouco ganho do músculo que de fato deveria estar trabalhando, por exemplo, no supino reto trabalhar muito os tríceps e ombros, ao invés do músculo alvo: peitoral. E a segunda, e mais grave, é você acabar lesionando músculos e articulações, justamente por expor seu corpo a uma carga elevada em postura inapropriada, sem uso de técnicas de mensuramento de intensidade como RPE, a exemplo.

Por isso, se você está iniciando seu treinamento na academia, priorize aprender a executar os movimentos adequadamente, para que você vá aumentando a carga gradualmente, conforme for ganhando força e resistência.

É a execução correta dos movimentos que irá promover o resultado que você deseja. Para aprender a execução correta dos principais exercícios de musculação, você não precisa nem sair do blog, basta navegar nesta categoria.

6 – Converse o mínimo possível com outros alunos durante seu treino

Sem conversa na academia

A interação social faz parte de nosso instinto, e é claro que você pode (e deve) ter uma boa relação com as pessoas, que treinam no mesmo horário que você. No entanto, durante o treino, seu foco principal deve ser o treino. E cada detalhe do treino pode fazer uma diferença notável.

O intervalo entre uma série e outra, ou mesmo entre um exercício e outro, precisa ser respeitado, conforme o planejamento de seu instrutor. Nas primeiras semanas, por conta da adaptação que você precisa ter, talvez, seu instrutor lhe passe séries de 8 a 12 repetições, com intervalo de aproximadamente 50 segundos. Se você resolve conversar com algum colega durante o intervalo, é bem provável, que seu intervalo acabe se prolongando, prejudicando assim o rendimento de seu treino e, principalmente, a duração.

Outro ponto importante, diz respeito ao direcionamento da atenção. Enquanto você executa o movimento, você precisa estar com a atenção plenamente voltada para seu corpo, ou melhor, para o músculo de interesse daquele exercício, mantendo-o tensionado continuamente. Por sua vez, enquanto você descansa, é importante manter a atenção em sua respiração, manter boa postura, talvez beber um pouco de água e então realizar mais uma série com atenção.

No entanto, quando você conversa com alguém durante o intervalo, mesmo que não ultrapasse o tempo estipulado para descanso, sua atenção fica muito dividida, podendo comprometer a qualidade de execução dos próximos movimentos.

7 – Ouça músicas durante o treino, desde que não atrapalhe seu rendimento

Existem algumas controvérsias acerca do hábito de treinar ouvindo músicas em fones. Alguns profissionais, são contra este hábito, enfatizando os danos à audição que tal hábito representa. De fato, não é recomendado utilizar fones com volume muito elevado, pois isso pode danificar a audição. No entanto, ouvir músicas durante o treino pode representar algumas vantagens, como as que listamos a seguir:

  • Aumento da motivação: a música tem a capacidade de alterar nosso estado mental e emocional. Sendo assim, ouvir uma música de sua preferência pode aumentar sua motivação para treinar.
  • Melhor concentração para treinar: como mencionamos, quanto mais concentrado você estiver em seu treino, tanto melhor será o resultado do mesmo. E a música pode auxiliar neste sentido.
  • Evita interações com outras pessoas: ao treinar ouvindo seu fone, automaticamente você passa a mensagem às outras pessoas de que você não está disponível para interação. Ainda que, eventualmente uma ou outra pessoa possa buscar interagir, possivelmente o número será bem menor do que se você estiver sem fone.

8 – Não faça adaptações em seu treino sem a supervisão de seu instrutor

Atualmente, existe muita informação valiosa disponível gratuitamente na internet, sobre praticamente qualquer assunto. Logo, você certamente encontrará artigos e vídeos dando dicas que podem ser úteis para o seu objetivo. Da mesma forma, seus amigos e colegas de academia conhecem técnicas avançadas, com as quais obtiveram bons resultados.

Mas, nunca modifique seus treinos sem a supervisão de seu instrutor. Além de ter passado anos estudando o funcionamento do corpo humano, seu instrutor preparou um treino específico para o seu objetivo, levando em conta suas características pessoais. Certamente, um treino preparado com uma avaliação prévia é muito mais efetivo do que qualquer dica geral que você possa obter em qualquer outro lugar; exceto aqui no blog. 🙂

Viu alguma técnica ou dica que lhe despertou interesse? Converse com seu instrutor sobre ela! Certamente, se for útil para o seu objetivo e estiver dentro de seu condicionamento físico atual, seu instrutor irá inclui-la em sua próxima divisão de treinos.

9 – Siga a ordem de exercícios prescrita por seu instrutor

Esse tópico é apenas uma complementação do tópico anterior, tendo em vista que alterar a ordem dos exercícios já poderia ser considerado uma forma de adaptar o treino sem a supervisão do instrutor. No entanto, é importante dar ênfase com base em sua relevância.

Em alguns horários a academia pode estar cheia e, especialmente, se você estiver iniciando, poderá ficar com receio de pedir para revezar o uso de equipamentos com colegas mais experientes. Mas é extremamente importante seguir a ordem dos exercícios que seu instrutor lhe passar.

Há todo um entendimento de biomecânica e fisiologia muscular por trás da divisão de seu treino, visando lhe beneficiar ao máximo. Portanto, siga a ordem de exercícios que seu instrutor lhe passar para que você possa obter bons resultados.

10 – Faça exames para estar ciente de sua aptidão física para iniciar o treinamento

Muitas academias fazem uma avaliação antes do aluno iniciar o treino, por vezes até solicitando exames sanguíneos. Ainda assim, é extremamente importante você certificar-se de sua saúde cardiovascular e condição física geral antes de iniciar seu treinamento, especialmente se você for sedentário ou estiver acima do peso.

Conclusão

Este texto reuniu os principais pontos a se considerar antes de iniciar uma rotina de treinamento físico em uma academia. A atividade física é extremamente importante para sua saúde, e o treinamento físico em academia é uma das formas mais completas de realizar atividade física. Todavia, lembre-se de realizar tal atividade de forma consciente, priorizando sempre o cuidado com sua saúde.

Oi? Gostou da matéria sobre as 10 dicas para seu primeiro dia de academia? Conte para nós nos comentários. Aguardamos sua resposta!

Redação Basefitness

A Redação da Basefitness apresenta matérias redigidas por nossa equipe interna: Profissionais da Saúde ou amantes do assunto. Todas matérias tem o comprometimento da facilidade da informação e, sempre que possível, estudos que comprovem as afirmações dos textos.

Deixe uma resposta