Com propriedades 100% naturais, a erva indiana ashwagandha é conhecida por muitos nomes. O nome original da planta medicinal é Withania somnifera, mas você pode encontrar como cereja de inverno ou ginseng indiano. A planta pode atuar em doenças como ansiedade é muito utilizada na medicina Ayurvedica. Tem ainda funções antidepressivas e de combate a tumores e ao envelhecimento.

A planta é utilizada há séculos na cultura oriental. Atualmente, a ashwagandha pode ser consumida em chás ou suplementos. Conheça mais sobre a planta e as suas funções.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O que é Ashwagandha?

Ashwagandha vermelha.
Fruto de Ashwagandha vermelha.

A planta faz parte da família das Solaneceae. É pequena e cresce de 35cm a 75cm, possuindo um fruto vermelho-alaranjado. É muito comum na Índia, mas também pode ser encontrada em outros países como Nepal e China. Nessas regiões, a ashwagandha é utilizada há muitos séculos como remédio natural. As suas folhas, por exemplo, são utilizadas para fornecer propriedades que ajudam a curar queimaduras e feridas.

A sua composição bioquímica é, principalmente, de lactonas alcalóides e esteróidais. Os seus benefícios podem ser acompanhados a longo prazo e, não, momentaneamente. O seu nome é originado de uma combinação de palavras. “Ashva” significa cavalo, enquanto “gandha” remete a cheiro. Em uma tradução literal, significaria algo como “respiro do cavalo”. Assim, é sabido, então, que o aroma da planta é caracteristicamente forte. Ela é conhecida por ser usada como um remédio natural no combate ao estresse e ansiedade.

Na culinária, é utilizada para a fabricação de queijo. Nesse caso, as suas bagas são consideradas substitutos para a coalina.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para que serve o Ginseng Indiano?

A Ashwagandha tem em si inúmeras funcionalidades que podem ser utilizadas pela medicina. Além dos povos orientais, os africanos também a utilizam no combate a várias doenças, inclusive para ajudar na memorização. Como um adaptogen, ajuda o corpo a reagir melhor em condições de estresse.

Como é uma planta do grupo adaptógenas, muitas pessoas também a utilizam para aguentar temperaturas extremas ou efeitos adversos da natureza que podem impactar no corpo. Além disso, um dos seus principais efeitos é energético: melhora o humor e a disposição. A medicina ayurvédica costuma associar a planta à cura de doenças na glândula da tireóide.

Os seus efeitos podem ser de anti-ansiedade, antidepressivo e até anti-inflamatório, como no caso da tireóide. Além de atuar na curar dessas doenças, pode prevenir inúmeras outras. Embora muitos estudos já tenham sido feitos com a planta, não há uma conclusão exata.

Contudo, as medicinas alternativas relatam resultados satisfatórios em todos os âmbitos já citados. Algumas propriedades contidas na Ashwagandha já foram até associadas ao controle de déficit de atenção e hiperatividade em crianças.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Benefícios

Há mais de 2.500 anos os benefícios da Ashwagandha são conhecidos como terapêuticos. A planta oferece desde o fortalecimento do sistema imunológico até o aumento das funções do cérebro.

Não é apenas o seu nome que é associado a um cavalo. Entre as suas propriedades, os indianos costumam dizer que elas oferecem a “saúde de um cavalo”. Ou seja, é ideal para quem busca fortalecer as suas defesas. Assim, surge como uma alternativa à medicina tradicional.

Entre os seus principais benefícios, você encontra diversas atuações da planta na saúde física e mental:

  • Estabiliza as funções da tireóide: a planta é indicada para pessoa com Hashimoto ou doença de Grave;
  • Combate à ansiedade: estudos comprovam que a ashwagandha pode ter efeitos semelhante a remédios como lorazepam e imipramina. A diferença é que, sendo natural, não causa efeitos colaterais;
  • Antidepressivo: como antidepressivo, a planta reduz o estresse. A sua ação é direta nos desequilíbrios hormonais. Seus efeitos são semelhantes ao medicamento imipramina. Funciona como um estabilizador do humor;
  • Estabiliza os níveis de açúcar: para diabéticos, a planta também é eficaz. Os estudos comprovaram que o seu extrato melhora a sensibilidade do paciente à insulina;
  • Combate o câncer: a ashwagandha pode ser capaz de reduzir o crescimento de tumores. Isso ocorre devido às suas propriedades antioxidantes. Ela também reduz os sintomas de pacientes com câncer, ajudando a oferecer mais qualidade e tempo de vida;
  • Estimula a memória: a planta protege o cérebro de doenças como Alzheimer e Parkinson, que provocam a degeneração do cérebro. As suas propriedades withaferin A e withanolide D é quem atuam na função cognitiva;
  • Aumenta a disposição e resistência: a planta auxilia quem pratica atividades físicas. Ela dá mais energia ao cérebro ao diminuir o estresse e aumenta a resistência cardiorespiratória.
  • Estimulante sexual: muitos também associam a ashwagandha à fertilidade e atividade sexual. Pode ser indicada para quem sofre, por exemplo, de disfunção sexual, já que aumenta o nível de testosterona.

A planta ainda é capaz de combater a fadiga adrenal, tuberculose e úlceras. Muitos também a associam a outros componentes para combater os sintomas de artrite.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Como tomar corretamente

A ashwagandha está disponível no comércio de várias formas. Consumida naturalmente pelo extrato da folha em chás, pode apresentar sabor amargo. Pode ser combinada ainda com outras ervas que não perderá suas ações.

A planta também é vendida em comprimidos ou em pó. Os suplementos devem apresentar nos seus rótulos as indicações para a dosagem correta do teor de comanolide dos usuários. Contudo, nem sempre isso acontece. A indicação é para que varie entre 1% e 10%. É recomendado que seja consumido de 300 a 500 miligramas por dia. Nesse caso, o withanolide deve estar na faixa de 5% a 10%.

Curta para receber conteúdos exclusivos!
(Matéria continua abaixo)

Abaixo você encontra a dosagem recomendada para a Ashwagandha, nas suas mais variadas formas:

Forma Dosagem
Folhas 1 a 2 colheres de chá durante o dia
Raiz 1 a 2 colheres de chá durante o dia
Cápsulas (suplementação) 1 a 6 gramas durante o dia
Chá 2 xícaras inteiras por dia
Tintura 2 a 4 Ml (pela boca) três vezes durante o dia

É fundamental que se procure um profissional especializado para que ele possa passar essas informações corretamente. Cada pessoa tem um organismo diferente e busca a planta para motivos específicos. Dessa forma, somente o profissional adequado pode estipular a sua dosagem específica.

Leia também: Tudo sobre Creatina Monohidratada.

Relato

Informações nutricionais

Conforme uma pesquisa realizada pela International Journal of Home Science, 1,000 miligramas da raiz de ashwagandha desidratada contém:

  • 2,5 calorias;
  • 0,4 gramas de proteínas;
  • 0,32 gramas de fibras;
  • 0,5 gramas de carboidratos;
  • 0,3 gramas de ferro;
  • 0,2 gramas de cálcio;
  • 0,8 gramas de vitamina C;
  • 0,6 gramas de caroteno.

Leia também: Capsaicina Para que Serve?

Efeitos colaterais

  1. Potencialmente alérgico a algumas pessoas: Há relatos de algumas pessoas, que sentiram alergia ao ginseng indiano, sobre tudo não existem pesquisas científicas sobre isso. Os sintomas foram: rachaduras na pele, inflamações, dores no peito e dificuldade para respirar.
  2. Sangramentos: Algumas pesquisas alertam que há possibilidades de sangramentos virem à tona. Portanto, se estiver prestes a uma cirurgia, evite seu consumo.
  3. Irritar o aparelho gastrointestinal.
  4. Pode provocar diarreia e dor de estomago.

Onde comprar?

A ashwagandha ou ginseng indiano é encontrada em lojas de produtos naturais e também em alguns sites na internet. Para nós brasileiros adquirirmos as raízes ou folhas é nada fácil. Então, deve-se optar pela suplementação do ginseng indiano.

Fontes:

  1. Ashwagandha – Medline Plus;
  2. Changes in thyroid hormone concentrations after administration of ashwagandha root extract to adult male mice. Via: Ncbi.
  3. Exploratory study to evaluate tolerability, safety, and activity of Ashwagandha (Withania somnifera) in healthy volunteers. Via: Ncibi.

E então, você vai adicionar a suplementação do ginseng indiano (ashwagandha) na sua rotina? Conte a nós! Utilize os comentários para isso.

Que nota você dá para nossa matéria?
[Total: 2 Média: 4.5]

Deixe uma resposta